quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Capítulo III

Kathrynne acordou cedo naquele dia, ficou alguns segundos olhando o dia surgir pela janela. O dia estava frio, a neve que começara a cair na noite anterior havia coberto os telhados e as calçadas, tingindo a cidade de branco, uma cor que Kathrynne adorava.

- "É por isso que eu amo NY!" - ela pensou, respirando fundo o ar frio que entrava pela janela de seu quarto.

Ela não conseguia tirar de sua mente a imagem de AJ sorrindo pra ela, o súbito interesse dele a intrigava, mas a deixava imensamente contente, aquele quase selinho na despedida era mais do que ela podia esperar em anos.

Ansiosa por compartilhar os momentos da noite passada com alguém, ela adentrou (ou diria dizer, INVADIU) o quarto de Mannie, louca pra saber os detalhes da noite anterior.

- Conta TUDO! Você não vai ficar aí dormindo enquanto eu acabo com o trabalho de uma manicure maravilhosa! Vamos! - ela já chegou abrindo as janelas e clareando o quarto e se jogando na poltrona. Só depois, reparou na arrumação do quarto...
- Ah, a danadinha não passou a noite em casa? - ela riu - Eita! O puto loiro se deu bem então... E minha amiga também, lógico! - soltou mais algumas risadas maliciosas e saiu do quarto.

Enquanto isso, do outro lado da cidade, em um hotel 5 estrelas, Mannie e Nick despertavam lentamente.

- Bom dia! - ele a cumprimenta com um beijo na testa - ela estava recostada em seu peito, abraçada a ele.
- Já? - ela respondeu levantando a cabeça e olhando-o nos olhos. - Mas, como eu vim parar aqui?? Bom, eu ainda estou vestida, o que é um bom sinal! - ela disse enquanto se levantava, mas, sem tirar os olhos do dorso nu que ele fazia questão de deixar a mostra.
- É, nós não transamos, o que é uma pena... Mas, pelo menos, eu pude ver como você fica linda dormindo...
- ele sorriu, ela corou. - O que você quer pro café? O novo serviço de quarto daqui tem tantas opções que te deixaria obesa em algumas horas... - ambos riram.
- Eu não vou comer nada não, obrigada... Tenho que ir pra casa! Uma hora dessas, a Kathy já acordou. - ela respondeu enquanto procurava os sapatos.
- Ok! Ah, só pra explicar... Eu não sou nenhum aproveitador, tá? Nós viemos pra cá depois da 4ª garrafa de champanhe, tava muito frio pra você voltar pra casa sozinha e não passava nenhum taxi, então viemos pra cá. - Ele respondeu levantando-se e aproximando-se dela. Ela corou  mais ainda... puxou uma mecha de cabelo para trás da orelha e abaixou a cabeça. Ele se pôs diante dela, segurou-a firme num abraço, o que a fez levantar a cabeça e olhar pra ele novamente, e se beijaram por longos minutos, apreciando o frio da manhã os deixar arrepiados... ou seria por causa do calor dos beijos?
- Eu preciso ir... - ela tentou escapar, temendo acordar bruscamente de um sonho lindo.
-  Por que a pressa? - ele perguntou, ensaiando um ar sério.
- Talvez porque você seja ninguém mais, ninguém menos do que Nick Carter. Isso só pode ser um sonho, e se eu tiver que acordar, que seja agora enquanto ninguém se feriu! - ela respondeu abraçando-o e encostando a cabeça no ombro dele.
Ele ergueu a cabeça dela devagar e a beijou novamente, erguendo-a do chão.
- Isto parece um sonho pra você?
- Sim! - ela retribuiu o beijo, pegou o casaco e os sapatos do chão, e foi embora, deixando Nick com um gosto doce e triste nos lábios.


Enquanto isso, no quarto ao lado, AJ acordava sozinho. Ele se levantou devagar. Vestia apenas uma calça de moleton surrada e folgada.

O telefone tocou.
-        Jay, se arruma e vem pro saguão VIP, please? Eu tenho que discutir com vocês sobre a minha substituição. Acho que encontrei a candidata.
-        O Brian já ta aí? – ele perguntou enquanto tateava os bolsos de uma jaqueta buscando seu isqueiro.
-        Brian ta aqui já, o Howie ta on-line via SKYPE©® e eu vou chamar o Nick agora...
-        OK, to descendo... – ele desligou, vestiu uma regata qualquer, acendeu um cigarro e saiu do quarto em direção ao saguão VIP.
Enquanto isso, Jenn ligava para Nick.
-        Hey, Nicky, desculpa te acordar! Eu to precisando fazer uma reuniãozinha... Desce aqui no saguão VIP, please??
-        Você não pode fazer essa reunião, Jenn??  To meio deprimido hoje... Queria tirar o dia pra descansar... – ele pediu, sentando numa poltrona de couro, ainda com o peito nu.
-        É coisa rápida, prometo!!  - Jenn soltou sua voz mais doce e enjoativa, pois sabia que isto convencia Nick.
-        Ta, to indo... Pede só pra servirem um café reforçado aí no saguão? To faminto...
-        OK!
Jenn esperou que todos chegassem ao saguão e começou a reunião.
-        Bons dias, garotos! Eu chamei vocês aqui porque a gente tinha combinado que assim que terminasse de fazer as entrevistas de maneira sigilosa, eu falaria com vocês sobre o encontro com a escolhida. – Jenn tentava explicar tudo sobre a sua substituição e, ao mesmo tempo, conter as lágrimas por ter que abandonar um emprego que a proporcionou tantas coisas boas e do qual tinha tanto orgulho. - Depois de uns 100 currículos recebidos e de umas 40 entrevistas em diversos estados do país, finalmente, acho que encontramos a candidata perfeita. E bem aqui em NY!! – ela fitou firmemente os olhares curiosos dos quatro homens com os quais dividiu os últimos 5anos.
-        Quem é?? Nós já conhecemos??  - Brian perguntou enquanto enchia uma caneca de café.
-        Ela é bonita??  - AJ levantou-se e encarou Jenn como quem faz uma pergunta decisiva.
-        Tudo que eu posso dizer,é que vocês irão conhecê-la hoje a tarde, e que ela estava na After Party de ontem. –ela se sentou e serviu-se com café e cookies. – E você, AJ, tá de casamento marcado, lembra?? – completou.
-        Casamento marcado nunca impediu o AJ de experimentar novas bocas. – Howie lembrou enquanto tentava incansavelmente colocar uma blusa de frio em James.
Todos riram, AJ estava no 3° ou 4° noivado e sempre dava um jeito de continuar escapando dos compromissos, fidelidade não era sua melhor qualidade. Sua noiva, Lucylle, era de uma família tradicional do Arizona, uma garota rica e cheia de caprichos que ele havia conhecido alguns meses antes, numa daquelas farras que ele fazia em LA.
Lucylle era uma mulher diferente, bonita, uma daquelas loiras que se encontra em revistas de moda ou em calendários de borracharia, do tipo que AJ gostava de exibir para os fotógrafos e levar às festas mais sofisticadas. Do tipo que nunca iria conquistá-lo de verdade.
- Continuando... Hoje eu ligarei pra ela, marcando uma reunião pro final da tarde. Vocês não terão mais compromissos hoje, então, tirem a tarde de folga e 17:30 estejam aqui para conhecê-la.
- Ta... Você que manda... – Nick respondeu num tom desanimado, como se todo o discurso de Jenn passasse longe de seu entendimento.
No apartamento de Kathy, Mannie chegava de mansinho, com as botas em mãos, temendo acordar a amiga. Na ponta dos pés, atravessou a sala de estar sem acender as luzes ou emitir qualquer som...
- Muito bonito, dona Melannie... Isso são horas de chegar em casa? – Kathrynne sussurrou do fundo da sala de jantar.
- Porra, Kathy! Vai tentar matar outra pessoa, sua homicida! Eu achei que você tava no quinto sono... – Mannie gritou, soltando as botas no chão.
- Eu não resisti... Já to acordada tem umas duas horas... Te vi entrar no prédio... – Kathy não se agüentava em pé de tanto rir. – Posso tirar uma foto enquanto você está pálida como uma folha A4? Ta hilária!!
- Engraçadinha... Pelo menos, eu tive uma noite no mínimo... PERFEITA!! – o sorriso de Mannie brilhava.
- Eu vou preparar um café e você vai me contar até os detalhes mais sórdidos!
- Sobre o que? – Mannie disfarçou - Sobre a minha fantástica noite com Nick Carter? Sobre a maneira carinhosa que ele me tratou? Sobre como os beijos dele são magníficos? Sobre como o toque daquelas mãos enormes é maravilhoso? Sobre o vislumbre fantástico daquele corpo másculo ao amanhecer? Sobre aquele sorriso que hipnotiza até elefante? – Uma se sentou de frente pra outra na bancada da cozinha, saboreando o café instantâneo.
- Ah, não me mata! Fala logo... Você transou com ele? Como foi? O Thor é lenda ou é real? – Kathy tentou arrancar detalhes.
- Pervertida! Eu não transei com ele... E não lamento! Foi muito mais do que isso... Foi um encontro de almas! E... Desde quando eu sou do tipo que transa no 1° encontro? Você sabe muito bem que sexo envolve uma ligação mais profunda... E eu não quero me apaixonar por um cara que só aparece em NY 3 vezes no ano e tem mais mulheres no currículo do que sapatos no meu armário. – Tom de Mannie parecia mais sério agora, como se a explicação tivesse de ser dada a ela mesma, como uma maneira de se convencer.
- Então você o deixou a ver navios? To pasma! De onde surgiu tanta coragem? – Kathy sem entender a amiga.
- Eu já falei, Kathy... Não dá, cara... e se eu me apaixono? Ele é o Nick! Você conhece a fama dele tanto quanto eu! De puto na minha vida, já deu! – Mannie virou as costas se levantou – Vou dormir um pouquinho... Qualquer coisa, me grita!!
- Ta... Bons sonhos! – Kathy assentiu enquanto sentia o celular vibrar na estante de mármore.

- Alô. Eu poderia falar com a Kathrynne.
- Ela mesma... Quem fala?
- Oi Kathrynne. Aqui é a Jenn Souza, você participou de um processo seletivo com a gente semana passada. Lembra?
- Lógico! Eu estava esperando a ligação de vocês, mas achei que ficaria pra próxima semana.
- Ia mesmo... Mas como nós já haviamos acertado com você os detalhes burocráticos, pensei em adiantar os trabalhos. Quanto mais cedo você entrar em contato com o contratante, melhor para ambos.
-Ok! Então... Quando será? – Kathrynne sentiu o estomago embrulhar.
- Hoje às 17:30 está bom pra você?
Enquanto o coração de Kathrynne ameaçava se jogar pra fora de seu corpo na marra, uma sensação de alegria e entusiasmo a preenchia. Um bom pressentimento, talvez.
- Tá... ótimo!! – porque eu estou tão ansiosa? Se controla Kathrynne!! – ela pensou.
- Então a gente se encontra no mesmo escritório, às 17:30.
- Estarei lá!

Kathrynne desligou o celular sentindo o mundo rodar. A sensação de que algo muito mais importante do que ela imaginava estava acontecendo a invadiu com força.
- Mannie! – gritou. - Levanta! A gente tem que ir a um salão de beleza urgente!
Mannie voltou pra cozinha aos tropeços, ainda tentando manter-se acordada.
-Sabia que eu tinha acabado de deitar? E que eu passei a noite inteira com um loiro lindo e que meu cérebro precisa processar essa informação? Que foi, sua bruta?
- Eu fui chamada para uma reunião hoje, 17:30, com os verdadeiros contratantes... E você vai comigo!
- Ta... deve ser umas... 11 horas... Talvez mais cedo... O que me dá umas 4 horas e meia de sono ainda... Me chama 15:30. – Mannie deu as costas, amarrou o cabelo num coque meio solto e seguiu em direção ao quarto.
- Volta aqui, mocinha... Você e eu não vamos chegar lá com cara de pós-show! Temos que ir a um salão. Fazemos uma hidratação e massagem capilar. Depois, podemos ir pra lá ou pra onde for. – Kathy segurava os ombros de Mannie tentando animá-la.
- Sabia que quem foi contratada foi você? – Mannie lembrou.
- Ah, Mannie! Eu não faço nada sem você desde os 10 anos de idade. Você não achou que eu ia te livrar agora, né? Please... seja boazinha... Eu vou te recompensar! E, eu to sentindo que vai ser maravilhoso... – Os olhos de Kathy brilhavam só de pensar  nas inúmeras possibilidades.
- Ta... Eu vou! Mas só porque eu quero saber quem é esse cliente misterioso... – Mannie concordou, deu um abraço em Kathy e se voltou para o quarto novamente.

Ainda no hotel Brian e Leigh criavam hipóteses sobre a nova produtora.
- E se ela não gostar das nossas músicas?
- Ah, a Jenn naõ disse que ela tava na After Party de ontem? Então ela deve gostar...
- A maioria das pessoas que vão pra After Party são bicões! Jornalistas procurando fofocas, garotas procurando holofotes... Por isso que eu não vou!
Voltando pro quarto, Nick parecia estar sufocado.
- Melannie... Lindo nome. Linda garota... mas... só mais uma né? Dentre tantas... Só mais uma, eu acho... É melhor eu ir dar uma volta antes da tal reunião... Vai que a nova manager é mais mala do que a Jenn? – pensou.
Nick saiu dirigindo seu Cadilac CTS por NY, meio sem rumo, ouvindo Chris Brown por longas horas, não eram as músicas certas para aquele momento, mas seus ouvidos realmente não estavam prestando atenção nos detalhes. Ele só olhava as ruas quase vazias, o ar frio brincava com a pele das pessoas, de dentro do seu protegido carro, ele só via um rosto. Em todos os lugares.
Até que duas mulheres saindo de um salão de beleza o chamaram atenção. O rosto de Mannie apareceu novamente, meio que de relance, mas, dessa vez, era real.
- Mannie! Melanie! – ele chamou.
Nick estacionou o carro em qualquer lugar e desceu às pressas, tentou alcança-las o máximo que pode, mas foi em vão... Elas pareciam estar com pressa. Nick voltou para o carro com um olhar triste, e a certeza de que nunca mais a veria.
O celular de Nick tocou segundos depois.
- Nick, docinho... Estamos no escritório... O Howie também está aqui... Só falta você. A “new me” já deve estar chegando.
- Mas já? Que saco... To chegando aí em 15 minutos!

Chegando no local marcado, Kathy e Mannie estavam impecáveis. Kathy vestia um vestido preto com estampa em floral vermelho vazado, um decote em V super generoso, mas não vulgar e uma sandália verde escura, os cabelos estavam soltos, num corte desfiado recem-feito que parecia alongar seu rosto. Mannie vestia uma calça jeans boyfriend e uma blusa branca com uma estampa da Audrey Hepburn em “Bonequinha de luxo”, cabelos presos em uma estilosa trança francesa.
Brian, AJ e Howie já estavam no escritório com Jenn quando Kathy chegou ao saguão do escritório.
- Ta, você ta linda! Agora, vai lá, arrasa e me chama se precisar... Vou estar na Starbucks aqui do lado! –Mannie deu uma última ajeitada no cabelo da amiga e se despede.
Kathy dá as costas para a amiga e bate na porta do escritório.
Jenn a recebe e Kathrynne fica paralisada por alguns segundos. AJ está logo a sua frente. Brian e Howie estavam ao lado dele.
Kathrynne acorda do transe e cumprimenta Brian e Howie com um beijo no rosto e um aperto de mão, hiper formal. AJ se levanta pra cumprimentá-la e a surpreende com um abraço apertado. Kathrynne tremeu.
- Antes do próximo show! - Ele sussurrou em seu ouvido, esboçando um sorriso animado e encantador.
Tentando manter a calma, Kathy se sentou ao lado de Brian numa enorme mesa redonda que ainda tinha 3 lugares.
- Ok! Cadê o Nick? Ele já devia estar aqui... – Jenn reclamou.
- To aqui... – Nick entrou, visivelmente aborrecido. - E você deve ser a nova Jenn! Prazer, Nick!
Ele estendeu a mão para ela e sentou-se depressa, tentando fugir do olhar de reprovação de Jenn.
 - Tá... comecemos. Kathrynne, você vai trabalhar com os meninos a partir dessa semana. O que implica em uma grande mudança sobre a qual já conversamos. Os meninos vão passar este ano em tour pelos Estados Unidos, divulgando o novo single e virão aqui pra NY sempre que forem entrar em estúdio. Ainda falta muita coisa pro próximo álbum, então, enquamto eles estão aqui, você poderá ficar na sua própria casa, mas, os aeroportos e alfandegas serão seu novo lar!
- Não assusta a garota, Jenn! Deixa de ser má! – Brian comentou sorrindo gentilmente para Kathy. - As coisas são bem simples! Você vai tirar de letra na primeira semana.
- Neste computador está tudo que você precisa saber, contatos, contratos, telefones... tudo! Eu mesmo preparei uma planilha com tudo que você terá que agendar pra semana que vem. – Howie entregou um notebook para Kathrynne.
- Parece bastante complicado... Eu ainda nem consegui acreditar que to aqui com vocês. – Kathy estava visivelmente pasma, encantada, mal podia esperar para contar para Mannie sobre a grande mudança. Ops... Mannie! - Epa... só tem um detalhe! Eu vim pra cá com a minha melhor amiga, e não quero me separar dela agora... Ela vai poder nos acompanhar de vez em quando?
- Sempre que você quiser! – Nick respondeu.
- A família da Jenn vivia na tour... então, sua amiga não vai ser problema! – Brian alfinetou Jenn pela última vez.
- ótimo! Ela é um doce, não sei viver sem ela!
- E, vocês são de onde?
- Brasil! Viemos pra cá quando terminamos o colegial.
Todos pareciam ter gostado de Kathy, principalmente AJ. Assim que a reunião acabou oficialmente eles já faziam planos sobre como seriam os próximos anos de convivência.
- Eu vou te ensinar tudo! Sabia que tem como levar alcool gel na bagagem de mão do aeroporto de LA sem ser considerado terrorista? – Brian falou puxando-a pelo ombro enquanto saiam da sala.
- Brian, não fode! Deixa a garota longe dos seus papos domésticos!!
AJ afastou Brian de Kathy com o braço e deu um beijo no ombro dela. Depois, abraçou Kathy, deixando-a incrivelmente confortável naquele abraço.
Saiam e Kathy deu a idéia de irem encontrar sua amiga na Starbucks.
Quando Mannie viu Kathy entrando na loja abraçada a AJ e acompanhada por Howie, Brian e Nick, quase desmaiou.
E quando Nick viu que a tal amiga de Kathy era a sua Melannie, estremeceu da cabeça aos pés.
Os dois se aproximaram um do outro lentamente, sem conseguir acreditar na sorte que tinham.
Kathy quebrou o silencio entre eles com poucas palavras.
- Mannie! It’s a backstreet thing!
- Se prepare, a aventura começa amanhã! – Jenn completou.
Nisso, Nick a puxou-a pela mão e a beijou como na primeira vez.
AJ, sem conseguir se controlar, dá um beijo no canto da boca de Kathy. Beijo este que é observado por todos com um certo ar de reprovação que Kathy ainda não entendia.


Nenhum comentário:

 
Free Blogger Templates Blogger Styles